todo mundo gostou, mas não é novidade:

 “…seis meses de paixão; dois anos de ciúmes; quatro anos de infidelidade; oito anos de desentendimentos. Imagine quanto tempo perdido!

 

A questão é que você pode amar duas pessoas, uma depois da outra, uma interrompendo a outra como eu fiz. Você pode amá-las de formas diferentes. E isto não significa que um amor é verdadeiro e o outro é falso.

 

Oliver costumava ter uma teoria que ele chamava de Amor, etc: em outras palavras, o mundo está dividido em pessoas para as quais o amor é tudo e o resto da vida é um mero ‘etc.’, e pessoas que não valorizam suficientemente o amor e acham que a parte mais excitante da vida é o ‘etc’”.

 

“Amor e etc”, de Julian Barnes