ao relento

difícil saber o que nos espera. o futuro é agora, dizem os mais inseridos nestes tempos acelerados em que vivemos. a constatação, que poderia ser dita no final se fabulasse, mas vou dizer agora, é que a todos deveria ser dado o direito de sonhar. o mundo parece um lugar hostil.

ontem, uma moça jovem, vinte e poucos, foi expulsa por seus ‘amigos’ de república porque não tinha como pagar as contas e dormiu na calçada da avenida Liberdade. compartilhou o mesmo chão de concreto a céu aberto com moradores de rua, craqueiros, que costumeiramente dormem ao lado do supermercado, perto da banca de jornal, onde existe um vendedor ambulante às vezes, que ganha a vida revendendo meias de tecido acrílico, pilhas e tranqueiras.

disseram que ela viera do Paraná e pedia dinheiro para voltar. chamou atenção dos policiais pela boa aparência, não demorou a se prontificaram a levá-la para assistência social. não sei se ela merece piedade maior, por ser cria da classe média, por não ser usuária de crack, apenas uma desempregada; mesmo assim, é assustador imaginar o mundo da garota destruído. talvez ela tenha bebido para esquecer a tragédia pessoal e acorde às duas da tarde com hematomas desconhecidos. como quando bebemos e nos estabacamos. é fácil esquecer a diversidade de situações e destinos, focar apenas em si.

por mais inusitado que seja, novidade não é. lembro de outro garoto todo bem arrumado esmolando na região da praça Dom José Gaspar, vinte e poucos, óculos de marca famosa, alguns meses atrás. também de uma atriz até conhecida que fazia faxina para conseguir completar o grana do aluguel. São Paulo é uma cidade cara e cruel, que enlouquece, ilude pessoas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s