O saxofonista nos fundos da livraria

Aquela música eu ouvia quando era criança, lembro-me da melodia nos discos, sim. A minha mãe costumava ouvir músicas românticas, colecionava coletâneas, todas com temas de amor. Não reconheci de imediato pois faz muitos anos que não se escuta, e os discos românticos que marcaram as lembranças doces da minha infância foram todos descartados. Assim como muitos outros discos de coletâneas foram jogados no lixo.

O saxofonista nos fundos da livraria, parecia ser uma pessoa extremamente talentosa e, no entanto, estava ali, passando chapéu aos passantes, no palco improvisado dos fundos. Muito digno, sob um certo ponto de vista. Metais ecoam longe. Embora muitos possam considerar ser artista de rua uma atividade precária. Contei dois casais que se sentaram ao som de Um dia, um adeus, Guilherme Arantes.

Algumas pessoas aglomeravam-se em pé, ao redor, eu entre elas, e tive dificuldades para lembrar a letra da canção.

Não costumo parar para escutar as tradicionais bossas e chorinhos das calçadas da Paulista. Só que desta vez todos os indícios apontavam a porta aberta para outra dimensão. Quase como deitar nos almofadões do apartamento acarpetado e ligar o toca-discos no escuro, como quando escutei essa música das primeiras vezes. Nostalgia sedutora. Ao mesmo tempo dois garotinhos tão pequenos passavam na calçada de pedras portuguesas ziguezagueantes acompanhados de um adulto. Diziam “adeus, sol!, adeus sol!”.

Era possível olhar os últimos raios a serem projetados naquela rua, naquela tarde, uma atmosfera de esperança incerta, as pessoas que deixei para trás aglomeradas, escutando o musicista que era alto e de barba rala. Um dos casais abraçados não estava interessado em se mover dali tão cedo. Era preciso fugir para o subsolo do metrô antes do horário de pico, se é que isso seria possível. O problema é essa  saudade das coisas que não existem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s