não quero mais as moreninhas do Macedo

Canção e Calendário

Sol de montanha 
Sol esquivo de montanha 
Felicidade 
Teu nome é 
Maria Antonieta d’Alkimin

No fundo do poço 
No cimo do monte 
No poço sem fundo 
Na ponte quebrada 
No rego da fonte 
Na ponta da lança 
No monte profundo 
Nevada 
Entre os crimes contra mim 
Maria Antonieta d’Alkimin

Felicidade forjada nas trevas 
Entre os crimes contra mim 
Sol de montanha 
Maria Antonieta d’Alkimin

Não quero mais as moreninhas de Macedo 
Não mais as namoradas 
Do senhor poeta 
Alberto d’Oliveira 
Quero você 
Não quero mais 
Crucificadas em meus cabelos 
Quero você

Não quero mais 
A inglesa Elena 
Não quero mais 
A irmã da Nena 
A bela Elena 
Anabela 
Ana Bolena 
Quero você

Toma conta do céu 
Toma conta da terra 
Toma conta do mar 
Toma conta de mim 
Maria Antonieta d’Alkimin

E se ele vier 
Defenderei 
E se ela vier 
Defenderei 
E se eles vierem 
Defenderei 
E se elas vieram todas 
Numa guirlanda de flechas 
Defenderei 
Defenderei 
Defenderei

Cais de minha vida 
Partida sete vezes 
Cais de minha vida quebrada 
Nas prisões 
Suada nas ruas 
Modelada 
Na aurora indecisa dos hospitais

Bonançosa bonança

Oswald de Andrade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s