mulher na janela

“Nova Iorque é uma cidade doida, encantadora, totalmente fora do comum. É para lá que uma senhora da Pensivânia vai periodicamente à cata de clientes para o seu Teatro Nu de verão, e é onde um consultor de recursos humanos avalia os candidatos a emprego pelo formato da cabeça. É onde Pathétique, um palhaço sem-teto que pede esmolas, maquia o próprio rosto no metrô, e onde um ex-publicitário, Stuart Bart, ganhou uma fortuna lavando apenas gravatas.

No centro de Manhattan há uma escola para redatores de gags desempregados; em West Side há uma escola de dança do ventre, frequentada por alunas promissoras; no East Side há uma escola flutuante. É o antigo cargueiro John W. Brown, ancorado no Píer 22, que é usado para treinar mais de trezentos estudantes de náutica; a escola ministra também o programa normal do ensino médio.

No Brooklyn há um bar, The Wigwan, frequentado sobretudo por índios que trabalham como metalúrgicos; há determinados quarteirões em Nova Iorque em que praticamente só se vendem joias, em outro, apenas flores, em outro, vestidos de noiva.

Em Nova Iorque existe um sindicato de fabricantes de bagels, um de atores italianos e um de massagistas russos que trabalham em saunas. Mas os massagistas russos, membros do único sindicato a brigar pelo direito de suas a camisa, parecem caminhar para a última massagem. A maioria dos seus membros, já na casa dos setenta, está surda – por causa da água e das altas temperaturas.

Há mulheres em Nova Iorque que às vezes aparecem na janela de robe azul, às vezes de robe branco, e às vezes sem robe nenhum. Nova Iorque é uma cidade de mulheres em trajes sumários nas janelas – e de voyeurs que as espiam. Uma mulher da rua 4 Oeste costumava ser observada quando, nas noites muito quentes, ficava nua diante da geladeira aberta – até o dia em que recebeu pelo correio uma foto sua naquelas condições, tirada por um vizinho.

Em Nova Iorque há táxis aquáticos que levam os passageiros atrasados aos navios. (…)”

Nova Iorque é uma cidade de personagens, Gay Talese.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s