protesto contra o radicalismo vegano

A cada mês que passa sinto mais antipatia pelos veganos. Gente cheia de lições de vida, de respeito aos animais e muitas regras. Milhares de regras. Para mim, parece um fascismo distorcido, não pode isso, não pode aquilo, não pode usar cosmético com ingredientes de origem animal e não sei o quê. Não pode usar cobaias vivas nas pesquisas de saúde, não pode matar os milhares de ratos e camundongos que vivem nos esgotos e nas estações de trem.

Com relação a eles, tenho dúvidas clássicas de sobrevivência, por exemplo, se uma barata aparecer na sua casa você não poderá matar, por pena de assassinar um bichinho? Se você for ao litoral paulista, Ilha Bela, cheio de moriçocas… também não pode jogar inseticida no quarto, para não exterminar dezenas? Se você estiver com fome, no meio da selva, e precisar se alimentar, não vale comer sequer um peixe? Mesmo se todos os seres humanos do planeta Terra se convertessem em veganos, como conveceríamos as outras espécies: felinos, aves de rapina, répteis e até mesmo símeos a parar de comer carne?

Para agravar a situação, quanto mais radical e doutrinador o vegano, menos possivel é que essa pessoa siga uma alimentação equilibrada de verdade. A maioria se entope de carboidratos e gorduras: pães, macarrão, azeite, batata, arroz, mais algumas folhas e pronto! Maravilha. Não se preocupam em encontrar uma fonte de proteína, ignoram solenemente e seguem uma receita que mais cedo ou mais tarde vai acabar no consultório médico. Até eu que sou completamente leiga em assuntos alimentares, sei que é preciso ingerir proteínas, porque elas fazem a manutenção e renovação da massa muscular. E como sou leiga no assunto não conseguiria enumerar alimentos que possuam as tais proteínas fora leite, carne e ovos. Com certeza não existem proteínas na batata, no arroz e nem no molho shoyo.

Outro problema, ômega 3. Nós, carnívoros, ingerimos comendo peixes. Onde existe isso em outros grupos alimentares? Precisa comprar comprimidos sintéticos? Sinceramente… é muito pouco prático. Aqui, na capital paulistana, os veganos estão em todos os lugares. Não é difícil encontrar alguém tentando te convencer a parar de comer carne até mesmo na fila do cinema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s